sábado, 22 de janeiro de 2011

Ano novo, projetos novos - Blog no site www.boletin-turistico.com

Postado por Alexandre Panosso Netto


No último dia 18 de janeiro foi publicada a primeira postagem de meu novo blog no site www.boletin-turistico.com.
Abaixo a mensagem original que pode também ser lida em http://www.boletin-turistico.com/blogs/item/2207-ano-novo-projetos-novos#comment-755
...........................................................

Com satisfação inauguro hoje este blog no Boletin Turístico. Aceito o convite e o desafio do diretor LLuis Mesalles para escrever quinzenalmente, ou semanalmente, quando possível, um artigo referente ao turismo.
Pretendo publicar, sempre na língua de Camões, temas relacionados ao turismo, principalmente no Brasil, que está na mira do mercado internacional, pois vai sediar a Copa do Mundo de Futebol de 2014 e as Olimpíadas em 2016, na cidade do Rio de Janeiro.
Como estudioso e amante da temática, também pretendo escrever sobre teorias do turismo e sobre como venho analisando a atividade e sua prática educacional.
A educação formal em turismo no Brasil iniciou-se em 1971, com a criação do primeiro curso superior em turismo, em São Paulo. De lá para os dias de hoje houve muitas “altas e baixas”. Chegamos ao absurdo de existirem mais de 700 cursos universitários de turismo, com cerca de 90 mil alunos, segundo dados no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (www.inep.gov.br). Hoje esses números são mais modestos.
Esse processo educacional no Brasil foi positivo por um lado, pois divulgou o tema do turismo a praticamente todos os municípios com mais de 60 mil habitantes; por outro lado foi negativo, pois banalizou o estudo e nem todas as Instituições de Ensino Superior mantiveram boa qualidade em seu processo de formação.
Agora, novos desafios são impostos ao Brasil. Com uma classe média efervescente, com milhões de pessoas saindo da linha de miséria e pobreza, com altos índices de emprego, com ótima avaliação do Ex- Presidente Lula (83% de aprovação e popularidade), é o momento de se preparar para os mega eventos da década. Copa de Mundo e Olimpíadas deverão ser os vetores de reestruturação da infraestrutura nacional nas grandes cidades e também deverão elevar os índices de autoestima dos brasileiros.
Todos esperam que o legado que esses eventos deixarão para o país seja positivo. Todos trabalham neste sentido. Espera-se que o novo governo da presidente recém eleita Dilma Rousseff, candidata de Lula, e que agora assume o mandado no dia 01 de janeiro de 2011, seja de ações, de inclusão social e sem corrupção, um mal que ainda aflige este país.
É com essa perspectiva que iniciamos 2011.
Ano novo, projetos novos. O futuro fazemos agora!
Espero encontrá-los com freqüência neste espaço de debates turísticos.

Um comentário: