quarta-feira, 11 de abril de 2012

10 importantes livros nacionais de turismo

Postado por Alexandre Panosso Netto

Já faz um tempinho que fiz uma postagem sobre 10 livros teóricos de turismo, publicados por estrangeiros, que são fundamentais, em meu entender, para estudiosos e estudantes de turismo  (acesse aquela postagem aqui: http://panosso.blogspot.com.br/2010/12/10-livros-fundamentais-sobre-turismo.html).
Naquela ocasião prometi fazer também a relação de 10 livros de autores brasileiros. Bom, aqui está ela.
Não se trata da relação dos 10 melhores livros de turismo publicados no Brasil, mas sim de uma relação de 10 livros de turismo de autores brasileiros que para mim foram importantes, e que creio que são ou foram fundamentais para muitos estudantes, professores, profissionais do setor e pesquisadores.
Creio que a lista que apresento abaixo poderia ser bem mais extensa e poderá gerar críticas. Sem problemas, a crítica é necessária. Livros publicadores recentemente não estão relacionados, e nenhum daqueles dos quais participei da publicação, como autor, organizador, autor de capítulo ou editor. 
Certamente o estudante de turismo de hoje terá outras referências para sua lista pessoal, pois há muito mais autores do que na década de 1990 e início dos anos 2000. Porém, muitos dos livros aqui destacados foram pioneiros no Brasil na abordarem de determinado tema, daí sua importância aumentada. 

A ordem em que estão relacionados é a do ano de publicação da primeira edição.


1. CAMARGO, Luiz Octávio de Lima. O que é lazer. São Paulo: Brasiliense, 1982.
Trata-se de obra específica sobre os temas teóricos iniciais do lazer, mas que também estabelece a sua interface com o turismo.  Camargo segue a linha teórica de Joffre Dumazedier, um dos pioneiros nos estudos turísticos mundiais.
2. BACAL, Sarah. Lazer: Teoria e pesquisa. São Paulo: Edições Loyola, 1988.
Estabelece lúcida discussão sobre a utilização do tempo por parte dos trabalhadores da cidade de São Paulo, enriquecida com capítulos teóricos sobre o tema. Foi atualizado e publicado com o título “Lazer e o universo dos possíveis”, pela Editora Aleph, em 2003.
Atualização da obra de 1988 da profa. Sarah Bacal publicada pela Editora Aleph em 2003.
3. REJOWSKI, Mirian. Turismo e pesquisa científica. Campinas: Papirus, 1996.
Fruto de tese de doutorado defendida na USP  em 1993, este livro foi uma das primeiras reflexões sérias sobre a produção do conhecimento em turismo no Brasil. Fez também uma grande levantamento da produção à época. Não consegui encontrá-lo no site da editora. Penso que está esgotado.
4. RUSCHMMANN, Doris. Turismo e planejamento sustentável. A proteção do meio ambiente. Campinas: Papirus, 1997. 
Trata-se de outro sucesso editorial de turismo da Editora Papirus. Apresenta uma proposta de planejamento turístico seriamente comprometida com as práticas sustentáveis e responsáveis. Ao final oferece um modelo para elaboração de um plano de turismo. Grande referência na área. O site da editora informa que está na 16ª edição.
5. PELLEGRINI FILHO, Américo. Ecologia, cultura e turismo. Campinas: São Paulo, 1997.
Apresenta a discussão sobre a relação entre patrimônio natural, patrimônio cultural e turismo. Foi importante para mim este livro pois deixa bem clara a relação do turismo com esses temas, além de mostrar toda a problemática originada pela prática do turismo em áreas de patrimônios variados.
6. BENI, Mario Carlos. Análise estrutural do turismo. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 1997.
Trata-se de um dos livros mais emblemáticos de turismo já publicados no Brasil. Foi o primeiro que li que teve a capacidade de reunir num mesmo texto uma visão holística do turismo com fundamento na Teoria Geral de Sistemas. Sem dúvida muitos irão concordar comigo que foi um livro que marcou época, apesar de sua linguagem rebuscada, que deixava o leitor menos desavisado um pouco assustado no início da leitura. Segundo o site da editora está na 13ª edição. Posteriormente tive a oportunidade de ser orientando de doutorado do prof. Beni na USP.
7. TRIGO, Luiz Gonzaga Godoi. A sociedade pós-industrial e o profissional em turismo. Campinas: Papirus, 1998.
Foi um livro que me marcou positivamente, pois fazia uma discussão atual sobre o turismo, utilizando os conceitos da pós modernidade. O autor, com seu espírito crítico e filosófico, apresenta a necessidade da correta formação humana para o setor de serviços, no qual o turismo está inserido. Muitos ensinamentos sobre o caminho a seguir pelo profissional e estudioso do turismo ali apresentados são muito válidos mesmo quase 15 anos depois de sua primeira publicação.

8. DENCKER, Ada de Freitas Maneti. Métodos e técnicas de pesquisa em turismo. São Paulo: Futura, 1998.
Conheci este livro no último ano de minha graduação em turismo e foi (e continua sendo) muito útil. Depois utilizei com meus alunos de turismo em Rondonópolis, Mato Grosso. Trata-se de uma obra que discute com seriedade e profundidade os temas da investigação em turismo. Destaca-se por sua linguagem clara, profunda e com vastas referências bibliográficas.
9. VAZ, Gil Nuno.Marketing turístico. Receptivo e emissivo. São Paulo: Pioneira, 1999.
Apresenta uma discussão teórica sobre o marketing turístico e ao final apresenta propostas de elaboração de projetos de marketing turístico. Foi importante pois contextualizava parte do mercado turístico. Parece-me que está esgotado.


10. BISSOLI, Maria Angela Marques Ambrizi.  Planejamento turístico municipal com suporte em sistemas de informação. São Paulo: Futura, 1999.
Este livro levou a discussão do planejamento para o lugar aonde de fato o turismo ocorre: o município. Deu elevado destaque às formas e métodos de planejamento, bem como aos sistemas de informação necessários para a organização e distribuição das informações turísticas.

3 comentários:

Informe & Café disse...

vocês indicam algum local específico para adquirir esses livros?


Abs,
Daniele CR

Anônimo disse...

Já li quase todos!

Anônimo disse...

Muito interessante...